Para sugestões, comentários, críticas e afins: sapinhogelasio@gmail.com

quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

Uma viragem de 360º

De frente para o abismo, uma viragem de 360º e novo passo em frente.


Se mentir, pagasse imposto, o défice já era (desde 2012).

Martingança - Fashion Day

Recebido via e-mail

terça-feira, 28 de Outubro de 2014

Orçamento Participativo para 2015 na Marinha Grande

A notícia na edição on-line do TintaFresca em: http://www.tintafresca.net/News/newsdetail.aspx?news=e39bd4cd-03d4-4019-ba47-85513f78e164&edition=168

Com intervenções na Piscina Municipal e Escola Básica do Engenho
Câmara Municipal da Marinha Grande seleciona duas propostas para o Orçamento Participativo

A Câmara Municipal da Marinha Grande selecionou duas propostas para o Orçamento Participativo. A votação das propostas admitidas ditou a seleção de 2 projetos que serão incluídos no orçamento camarário para 2015. A votação decorreu entre 1 e 15 de Outubro e contou com a participação de 484 votantes. A votação das propostas admitidas ditou a seleção de 2 projetos que serão incluídos no orçamento camarário para 2015.

As propostas que reuniram maior número de votos foram a:
- n.º 3: referente à Piscina Municipal da Marinha Grande - qualidade da água e ar, saúde e ambiente, com 191 votos; e
- n.º 7: relativa à requalificação de espaços na Escola Básica do Engenho e zona de recreio (na Marinha Grande), que obteve 136 votos.

A Proposta 3 - Piscina Municipal da Marinha Grande - qualidade da água e ar, saúde e ambiente - Freguesia da Marinha Grande, prevê a instalação de equipamento de ultravioletas de média pressão para tratamento/desinfeção da água da piscina municipal. O seu valor estimado é de 20.000 euros.

A Proposta 7 - Requalificação de espaços na Escola Básica do Engenho e zona de recreio, prevê a insonorização da cantina, a ampliação da sala polivalente/biblioteca e a instalação de brinquedo coletivo no recreio. O valor estimado para a sua concretização é de 60.500 euros.

O limite fixado de 100.000 euros apenas permite a concretização das duas propostas hierarquizadas nos primeiros lugares.

A proposta n.º 4 que obteve o terceiro lugar na votação requer um investimento de cerca de 87.000 euros, ultrapassando – somada com as outras duas – o valor máximo que é de 100.000 euros.

De acordo com a votação, as 11 propostas que estavam a votação ficaram hierarquizadas da seguinte forma:

Designação da Proposta Total de votos
Proposta 3 – Piscina Municipal da Marinha Grande – Qualidade da água e ar, saúde e ambiente – Marinha Grande 191
Proposta 7 – Requalificação de espaços na Escola Básica do Engenho e zona de recreio – Marinha Grande 136
Proposta 4 – Requalificação do pavilhão desportivo no edifício da FAE – Marinha Grande 61
Proposta 2 – O regresso do comboio de lata a São Pedro de Moel – Marinha Grande 31
Proposta 10 – Promoção do uso da bicicleta – Marinha Grande 22
Proposta 5 – Reabilitação de espaço verde – a nascente da antiga IVIMA – Rua Hélder Luciano Roldão – Marinha Grande 16
Proposta 11 – Reabilitação do arranjo paisagístico do separador central da Avenida dos Pescadores, na Praia da Vieira – Vieira de Leiria 12
Proposta 1 – Execução da rede de drenagem pluvial na Rua Augusto Costa – Picassinos – Marinha Grande 10
Proposta 6 – Iluminação de passeio público – Vieira de Leiria 2
Proposta 8 – Medidas de redução e acalmia de tráfego na Rua da Ponte, Picassinos – Marinha Grande 2
Proposta 9 – Implementação de medidas de acalmia de tráfego na Rua Central da Garcia – Marinha Grande 1

   O Presidente da Câmara, Álvaro Pereira, considerou que “os resultados são muito positivos e mostram que as pessoas querem participar e intervir.”
O Orçamento Participativo é um projeto pioneiro na Câmara Municipal da Marinha Grande que assenta num modelo de participação de caráter deliberativo, em que os cidadãos apresentam propostas à Câmara Municipal e decidem através de votação investimentos públicos concretos a realizar no concelho da Marinha Grande.

   O Orçamento Participativo tem como objetivos:
a) Envolver os cidadãos no processo de identificação dos problemas do território onde residem, trabalham ou estudam e nas decisões sobre a prioridade dos investimentos que melhorem a sua qualidade de vida;
b) Fomentar o debate entre o poder público e a comunidade sobre as várias opções para a satisfação das necessidades das pessoas e do território; 
c) Permitir uma maior vigilância democrática de todo o processo, através da prestação de contas do poder executivo aos cidadãos.

Fonte: AI|CMMG

Comentário

Confesso que é um sentimento misto de alegria e profunda tristeza quando leio esta e notícias semelhantes.
Alegria porque o Orçamento Participativo é um verdeiro instrumento de cidadania e de envolvimento das comunidades nas decisões de gestão sobre os locais onde vivem. Uma lição de abertura e de coragem, de espírito aberto e de capacidade de ouvir as populações, respeitando os seus interesses e promovendo o seu envolvimento na causa pública.
Alegria porque quem promove o orçamento participativo tem uma ideia de estratégia para o seu território, um objetivo mais nobre a atingir que não passa por uma mera gestão do dia-a-dia e a satisfação de clientelas. Alegria porque revela uma genuína preocupação com os eleitores, ouvindo-os e, simultaneamente e não menos importante, responsabilizando-os pelos locais onde vivem.
Profunda tristeza porque mais um ano passou sem que os responsáveis e todos os que tem algumas responsbilidades para com as populações e pelos destinos da freguesia (e já agora do município), sejam capazes de sair dos seus quintais de interesses privados e estejam disponíveis a ouvir a população.
O ano passado, a desculpa da não existência de um orçamento participativo foi a falta de tempo e a mudança do ciclo político. Qual será a deste ano?

Só mais uma nota:
A Cãmara Municipal da Marinha Grande, ao contrário da Cãmara Municipal de Alcobaça e da União de Freguesias de Pataias e Martingança, foi uma das autarquias que se fez representar na assistência aquando da conferência "Participação Cívica e Cidadania", realizada em março de 2014 no Auditório dos Bombeiros Voluntário de Pataias.
http://sapinhogelasio.blogspot.pt/2014/04/participacao-civica-e-cidadania.html

segunda-feira, 27 de Outubro de 2014

Halloween no CCRD Burinhosa

A informação no Região de Cister nº1105 de 23 de outubro de 2014

Burinhosa
Centro de Cultura, Recreio e Desporto organiza ‘Jantar de Halloween’

O Centro de Cultura, Recreio e Desporto da Burinhosa tem abertas as inscrições para o ‘Jantar de Halloween’ que vai decorrer no próximo dia 31. Por dez euros, tem acesso a ‘Vomitado de bruxa’, ‘Creme de abóbora medonha’, ‘Cérebro de zombie’ e na sobremesa ‘Terra de urna com fantasmas’. Sangue é à descrição. Os interessados em participar nesta noite aterradora devem inscrever-se na sede do Centro de Cultura ou junto de alguém da direção.

domingo, 26 de Outubro de 2014

Pataiense consegue primeiro ponto

O CD Pataiense conseguiu o primeiro ponto ao empatar em casa com o Beneditense 0-0.
A equipa saiu assim do último lugar (1 ponto;4J;1E3D;3-13), ocupado pelo Ansião.
Na próxima jornada, dia 2 de novembro, terá uma deslocação a Alvaiázere, um dos egundos classificados, a um ponto dos líderes GRAP e Vieirense.
Mais informações em: http://www.zerozero.pt/edition.php?id_edicao=71798&fase=72241&jornada_in=5

sábado, 25 de Outubro de 2014

Burinhosa é 4º classificado

O CCRD Burinhosa subiu ao 4º lugar, em igualdade pontual com o Olivais, depois de receber e vencer o Boavista por 4-2.
A equipa burinhosense soma 13 pontos (7J;4V1E2D;23-20), a 6 do líder Benfica.
Na próxima jornada, dia 1 de novembro, o CCRD Burinhosa vai deslocar-se até aos Leões de Porto Salvo.
Mais informações em: http://www.zerozero.pt/edition.php?id_edicao=70875&fase=71321&jornada_in=8

sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

Orçamento camarário de 2015 prevê ALE na Benedita e Centros Escolares

A notícia no Região de Cister de 23 de outubro de 2014, edição 1105

Alcobaça - ALE e centros escolares
Executivo municipal analisa orçamento na segunda-feira

A Câmara de Alcobaça volta a reunir hoje para analisar o orçamento para o ano de 2015, que será alvo de votação na próxima segunda-feira. A primeira reunião de preparação decorreu na passada segunda-feira.
Paulo Inácio avançou ao REGIÃO DE CISTER que o orçamento tem em conta os Fundos Comunitários. O presidente da Câmara de Alcobaça avança ainda que o documento prevê
o início da Área de Localização Empresarial da Benedita e dos Centros Escolares. Estão ainda previstos um milhão de euros para alcatroamento de estradas.
Na última reunião pública de Câmara, o vereador socialista José Canha referiu a necessidade do “novo orçamento integrar as aspirações das pessoas do concelho”. Defende, entre outros pontos, a necessidade de resolver os problemas das dívidas dos centros escolares e da Águas do Oeste.

Comentário

A notícia não é suficiente para tecer grandes comentários, mas suscetível de levantar interrogações:
ALE da Benedita será contemplada no orçamento de 2015. Como é que está a Zona Industrial de Pataias?
Centros escolares. Contempla o centro escolar de Pataias? Fará sentido investir num novo Centro Escolar quando a EB2,3 de Pataias tem capacidade para receber todos os alunos (atualmente e nos próximos dez anos) da Pré, 1º, 2º e 3º ciclo ?

quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Arriba em Água de Madeiros intervencionada

A notícia e as fotografias na edição 1105 do Região de Cister de 23 de outubro de 2014

Pataias - Trabalhos de sustentação em Água de Madeiros
Intervenção garante segurança em arriba



As fortes chuvas que se fizeram sentir na passada semana levaram ao desmoronamento de parte de uma arriba em Água de Madeiros, em Pataias. A Câmara de Alcobaça, aconselhados pela Associação Portuguesa do Ambiente (APA), está a finalizar os trabalhos de sustentação da arriba.
O morador Raul Pedro testemunhou ao REGIÃO DE CISTER que se abriu uma enorme cratera entre as habitações. “A concentração de água era tanta que parecia um rio a correr para a praia. Nunca tinha visto nada assim”, sublinhou o pescador amador, que mora em Água de Madeiros há 15 anos.
Ao que tudo indica as águas pluviais concentraram-se naquele espaço, levando também ao rebentamento de uma conduta e consequente deslizamento da arriba.
Uma das habitações, construída em cima da arriba, esteve em perigo. “Se não fosse a rápida intervenção e a melhoria do tempo, talvez a casa já lá não estivesse”, considera Raul Pedro, já reformado.
Paulo Inácio avançou que as obras de sustentação estão a decorrer a bom ritmo. “Todos os trabalhos da autarquia estão a ser monotorizados pela APA”, explicou Paulo Inácio, acrescentando que é preciso, de seguida, avançar com um trabalho estrutural.
Recorde-se que recentemente a vereadora socialista Eugénia Rodrigues tinha alertado, em reunião pública de Câmara, para o perigo da queda de arribas em Água de Madeiros, sugerindo o desvio das águas pluviais para o rio.

domingo, 19 de Outubro de 2014

Pataiense goleado

O CD Pataiense foi goleado por 1-8 na deslocação ao terreno do GRAP.
Esta foi a terceira derrota em três jogos (3J;3D;3-13).
Na próxima jornada, dia 26, a equipa vai receber o Beneditense.
Mais informações em: http://www.zerozero.pt/edition.php?id_edicao=71798&fase=72241&jornada_in=4

sábado, 18 de Outubro de 2014

Burinhosa bate vice-campeões nacionais

O CCRD Burinhosa venceu por 3-1 na receção ao AD Fundão.
Com este resultado, a equipa alcançou o 6º lugar (6J;3V1E2D;19-18; 10 pontos), a oito do líder Sporting.
Mais informações em: http://www.zerozero.pt/edition.php?id_edicao=70875

sexta-feira, 17 de Outubro de 2014

Derrocada de arriba ameaça casas em Água de Madeiros

A notícia e a fotografia na edição on-line do Correio da Manhã
http://www.cmjornal.xl.pt/nacional/detalhe/arriba_a_cair_poe_casas_em_risco.html

Arriba a cair põe casas em risco
A chuva forte dos últimos dias fez ceder parte de uma arriba na praia de Água de Madeiros.


É uma enorme cratera, no lado sul da praia, que se estende do cimo da arriba até ao areal de Água de Madeiros, em Alcobaça. Algumas casas e os balneários públicos estão em risco de derrocada. Segundo os moradores, a arriba começou a ceder há cerca de três semanas e, na segunda-feira, com a chuva forte que se abateu sobre aquela zona, abriu uma cratera.
A Câmara de Alcobaça, juntamente com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Capitania do Porto da Nazaré, avançaram, ontem, com obras para sustentação da arriba. Mas, explicou Paulo Inácio, presidente da câmara, é uma intervenção "provisória", para resolver a situação. Seguir-se-á uma monitorização para avaliar a gravidade da situação.
Tânia Sousa, moradora, conta que a situação na praia se tem agravado nos últimos anos. O mar, no inverno passado, "levou parte considerável do areal e começou a desgastar a arriba", conta. As chuvas dos últimos dias agravaram mais ainda a situação.
"Há anos que pedimos uma intervenção de fundo que torne a praia segura", explicou.

quinta-feira, 16 de Outubro de 2014

Orçamento de Estado 2015 - Transferências para as freguesias

As transferências previstas para as freguesias, de acordo com a proposta de Orçamento de Estado de 2015.


Para a União de Freguesias de Pataias e Martingança, a verba de 2015, 115.054 euros, representa um aumento de 1,38% face à verba do OE2014.
A freguesia continua a liderar a transferência de verbas no concelho de Alcobaça, sendo a 13ª a nível distrital.
No distrito de Leiria, a freguesia da Marinha Grande, com um valor de 299.976 euros é aquela que recebe a maior transferência.

Face a 2010 (o total das transferências para as então freguesias de Pataias e Martingança, alcançou um total de 132.436 euros), a verba para o próximo ano continua a representar uma queda de 13,1% nas verbas transferidas do Estado Central.

Para mais informações aceder em:
http://www.dgo.pt/politicaorcamental/Paginas/OEpagina.aspx?Ano=2015&TipoOE=Proposta%20de%20Or%C3%A7amento%20do%20Estado&TipoDocumentos=Lei%20/%20Mapas%20Lei%20/%20Relat%C3%B3rio

As transferências dos anos anteriores em:

http://sapinhogelasio.blogspot.pt/2013/10/orcamento-do-estado-para-2014.html

http://sapinhogelasio.blogspot.pt/2012/10/orcamento-de-estado-proposta-para-2013.html

http://sapinhogelasio.blogspot.pt/2010/11/pataias-perde-86-das-verbas-para-2011.html

http://sapinhogelasio.blogspot.pt/2010/02/jf-pataias-oe-preve-transferencia-de.html

Universidade Sénior esgota salas de aulas

A notícia na edição 1104 do Região de Cister de 16 de outubro de 2014

Pataias
Aulas na Universidade Sénior arrancaram com 78 alunos

Já iniciou, na passada segunda-feira, o ano letivo da Universidade Sénior de Pataias. São 78 o número de alunos neste estabelecimento de ensino. As aulas decorrem na Biblioteca de Pataias, com exceção das turmas de Informática, que serão lecionadas na sala de formação da Junta, e de Desporto Sénior que têm lugar nas Piscinas Municipais de Pataias.